domingo, novembro 08, 2009

Entre os Ramos II


Continuo por entre ramos
Que se entrelaçam nos meus
Que acolhem as minhas folhas
E fazem, sem saber, dos meus, os seus...


Por entre ramos vejo o Terraços de um anjo
E "atiça" a minha sensibilidade Intemporal
São estes ramos que me fazem continuar
Tudo porque somos Diferentes...
Pensamentos, que nos dão esperança
que desafiam o meu Infinito Pessoal
Afinal todos somos Santos e Santinhos

E ainda nos perguntamos...

Por estes ramos desalinhados
E assim continuo neste Campo Fértil
De emoções, de Sensualidade

Que nos permitem Viver e Continuar
É apenas a Minha voz

Poderia continuar, mas apenas...
Tudo isto começou depois de ti
Mas fomos Felizes Juntos



Abraço-te

Aos que não mencionei no Post, um especial Abraço-te, são eles os que constam também na minha lista de "seguidores"...

21 comentários:

  1. Gostei muito de ler e de sentir as palavras neste abraço.

    Parabéns...

    Bjs
    Luis

    ResponderEliminar
  2. parei a ouvir a Lisa Gerrard. afinal, estes ramos são mais raízes que se cruzam, criando laços, alguns desconhecidos, outros nem por isso. este está um trabalho fantástico de imaginação e 'lincagem'! imagino que tenha dado uma trabalheira descomunal, mas o resultado é a todos os níveis surpreendente! parabéns e obrigado! felizes juntos! e, se possível, sempre!

    grande abraço

    ResponderEliminar
  3. Muito interessante e muito bem escrito.


    Um grande abraço e obrigado pelas visitas ao meu espaço de sonhos.

    ResponderEliminar
  4. FABULOSO.

    A D O R E I


    Obrigado eu.
    Muito obrigado.


    Abraço*****

    ResponderEliminar
  5. A qualidade e criatividade sempre bem presentes além do sentido abraço-te...

    Gostei!

    ResponderEliminar
  6. um abraço entre braços de árvores diferentes que acabam por comungar o mesmo espaço.

    ResponderEliminar
  7. Obrigado Amigão, pela referênçia.
    E um prazer sublime visitar o teu espaço...um encanto para os sentidos.
    Abraço Fraterno

    Campo Fértil

    ResponderEliminar
  8. . entro e pasmo . porque me insiro neste teu registo a ser comunhão . de um Domingo que alvorece com a promessa de entardecer . antes que seja tarde durante a tarde .

    . porque extraio da web, o bom que do senso comum impera também tal qual como lá fora nos dias comuns .

    . porque singulares somos apenas o resumo do que há tanto é des.tanto .

    . ou pranto . manto .



    .



    . hoje, re.digo.TE em surdina ,,, .


    . se soubesses, se soubesses .


    . tão somente ou apenas porque sabes . há tanto sabes .

    .
    .
    .

    . grat.íssimo .

    . abraço.TE .





    . paulo .

    ResponderEliminar
  9. deve ser o post mais fabuloso que alguma vez li

    ResponderEliminar
  10. Genial Poetiza Amiga:
    Um poema fabuloso e sensível, homenageando os seus visitantes com ternura e carinho expressos.
    Uma ideia deslumbrante, rica de conteúdo e um sopro de brisa à auto-estima dos seus autores.
    Adorei. Fabuloso.
    Abraço-a com respeito e amizade.
    Parabéns sinceros.

    pena

    MUITO OBRIGADO pela sua ternura.
    Bem-Haja, notável e admirável Amiga de sonho.
    Sublime.

    ResponderEliminar
  11. Muito bom receber um abraço querido.
    Csdinho RoCo

    ResponderEliminar
  12. Maravilhoso poema...gostei muito
    Vou voltar
    Beijos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  13. q bom ler assim uma dedicatória a quem nos merece atenção blogosférica :) ficou mt giro!

    estou a gostar de recordar este tema do twin peaks

    td de bom

    ResponderEliminar
  14. . eu sou eu sou eu sou eu .

    . eu .

    . :) . en.quanto puder ir sendo .

    . :))) .

    . um bom fim de semana .

    . cinza ávido .



    . abraço.TE .




    . paulo .

    ResponderEliminar
  15. Não sei o que dizer. Palavras para quê? Está lá tudo.

    ResponderEliminar
  16. Com palavras consegue-se escrever uma infinidade de coisas...com o que os outros nos dão podemos fazer ainda mais, foi o que fizeste.

    Não sei se foi apenas inspiração, vontade de escrever, deixar algo no teu espaço, e porque a originalidade é como a estrada de tijolos amarelos (leva-nos a onde queremos...) a cidade Esmeralda certamente é onde habita o teu coração :-)

    Abraço,
    Carlos

    ResponderEliminar
  17. Olha que legal!!!
    O meu bloguinho está também... Ameiiii!! Ficou mt lindo meu amigo.
    Super bj pra ti;
    Patty Meirelles

    ResponderEliminar

Abraço-Te