segunda-feira, julho 21, 2008

Agora

Agora... Silençio

Todas as palavras...
... caem no vazio
... são laminas
... corrompem o Silençio
... Ferem o coração
... Confrontam-se com a saudade
... Inesperadas são inuteis

A tristeza instala-se
Invadem esse silencio
Impresvisto, inesperado, inconsequente...
Necessário

E o silencio é Ouro

Sem comentários:

Publicar um comentário

Abraço-Te