quarta-feira, julho 02, 2008

A minha Historia...

Encontro-me no meio do teu texto
Sem saber o que pensar
Continuo a ler e a querer acreditar em ti...


Paro...e sinto a tua presença
Sinto os teus movimentos
No meio da solidão, onde estou...


Não te vejo, nem espero conseguir
Tentas alcançar-me sem saberes como...

Não consigo parar... e continuo...
Desapareço no meio das sensações
Que estou a criar ao ler o teu texto

A minha imaginação
Leva-me para aquela estrada perdida no vale
Fixo os prados verdes e ao longe vejo o teu passado...
Deixo-me ir sem saber para onde
Deixo-me levar pelo vento
Deixo-me levar pela sensação de bem estar
Pergunto ...
- "Onde estás ?"

E como sem esperar
não consigo tirar os olhos do teu texto
Engulo as palavras
Para absorver toda aquela historia
Da melhor maneira forma que encontro
Para poder senti-la na pele

E paro... penso ... não é a tua historia
Ainda muito está para se escrever sobre ela...

A minha historia...


JustMe
Abraço-te
"steve walker - Field of dreams"

10 comentários:

  1. Olá

    será que anda uma saudade a invadir esse coração ? ... :)


    Jinhos

    ResponderEliminar
  2. devaneios de uma vida...pensamentos ausentes

    abraço

    ResponderEliminar
  3. Há histórias assim, que nos prendem ^^

    ResponderEliminar
  4. ele há tempos para as pirar as histórias do vento, carregadas de memórias.
    gostei

    ResponderEliminar
  5. As histórias de vida são intermináveis... e com elas aprendemos a cada dia.

    Beijo doce

    ResponderEliminar
  6. Confesso que não sou nem nunca fui apreciadora de poesia, não consigo ter a visão lírica e "teatral" da poesia mas sim a obrigatoriedade de rimas ou as pausas exageradas na leitura de sentimentos, pensamentos ou visões que são "um todo" e não vários items como quem escreve o menu do restaurante. É assim que eu vejo e leio a poesia, como um menu de restaurante.
    No entanto, obviamente, não deixo de apreciar o trabalho e o conteudo daquilo que é exposto por parte de quem gosta de poesia e, desde já, dou os parabéns pela descrição fantástica de toda a atmosfera envolvente e do(s) sentimento(s) expresso(s). Muito bom!
    Relativamente à minha história, apenas sei responder que não foi uma experiência mas poderia ter sido :)

    Mais uma vez, Parabéns...


    p.s. - este blog será "linkado" no meu blog

    ResponderEliminar
  7. Black Kittie...
    No teu blog agradeci a tua visita, e tambem pude constatar que a saudade predomina...

    Bjs...

    JustMe

    ResponderEliminar
  8. História interminável?..
    há sempre algo mais, que não lemos, que não escrevemos, que não...

    ResponderEliminar
  9. *
    ,
    ultrapassaas
    a história fazer,
    . . . vivida . . .
    ,
    conchinhas de iodo, deixo
    ,
    *

    ResponderEliminar

Abraço-Te